Visitante

1 de fev de 2009

Sem PIM? Nem pensar...

Quando eu era pequena, eu brincava de falar "PIM" em vez de um número qualquer escolhido. Acho que esta brincadeira ainda existe até hoje. Ela funcionava assim: tinhamos de contar de 1 até cansar, ou até o ganhador da roda ser revelado, sempre falando "PIM" na ocorrência do número sorteado. Se este fosse 4, por exemplo, contaríamos ... 22, 23, vinte e PIM, 25, etc... Era divertido. Precisávamos de concentração para falar o PIM na hora certa e não sair do jogo. Se esta mesma brincadeira fosse praticada hoje, com alguma coisa que usássemos muito na nossa vida cotidiana, como por exemplo a Internet, falaríamos "PIM" sem parar. - Vamos ao cinema? Vou ver o horário na PIM. - O que você está fazendo filho? Estou acabando o meu cyber-homework na PIM. - Mãe, posso entrar na PIM para jogar Ikariam? e por aí vai... Sem contar o nosso intenso uso da PIM na nossa rotina de trabalho. Fica quase impraticável trabalharmos hoje em dia sem estarmos constantemente ligados à ela. Hoje resolvi relembrar a história de sua criação . Achei um desenho animado bem legal e informativo, que vale a pena ser assistido.
E foi assim que a PIM nasceu:

History of the Internet from PICOL on Vimeo.
Os créditos deste vídeo podem ser encontrados aqui.

Nenhum comentário:

Galeria de visitantes

O "Boa Baltazar" possui atualmente:
Comentários em Artigos!
Widget UsuárioCompulsivo

Últimos 25 posts

Ocorreu um erro neste gadget

translator/übersetzer/ traducteur/μεταφράστης ...

Ocorreu um erro neste gadget

Wikipedia Search

tráfico de visitas...